Fim de semana proveitoso

Ainda continuo sem acabar a estante da Clara. Já se arrasta à bastante tempo e ela já começa a ficar impaciente. Mas quero que o móvel fique o melhor possível, mesmo que demore um ano a acabar. Desta vez o problema é insignificante. Os furos dos cravos. Não consigo que fiquem perfeitamente verticais em ambas as madeiras a juntar. Na continuação do Post anterior explicarei melhor.

Mas isso não significa que tenha ficado parado. Foi um fim de semana extremamente proveitoso em termos de carpintaria.

Há muitas coisas que quero fazer, muitos projectos a realizar, mas para a maior parte deles preciso de melhores ferramentas. Desempregado e sem opções à vista nada tenho a não ser a minha imaginação e esta magnífica ferramenta que é a Internet. Já que não há dinheiro e as pessoas não confiam em mim para me dar um trabalho, eu crio o meu próprio trabalho.

Primeira criação: Mesa de corte com serra circular.

Preciso cortar madeira com as dimensões exactas e preciso de resultados que possa repetir. Com a serra circular isso torna-se bastante penoso e difícil de conseguir. À mão, embora seja mais fácil, pode tornar-se complicado e bastante trabalhoso e para peças compridas é uma tarefa bastante penosa. Nada melhor que uma mesa de corte para conseguir esses resultados. Mas os preços são bastante onerosos e nesta altura nem uma lâmina nova posso comprar, quanto mais a mesa. Outra opção é comprar uma mesa já preparada, como a que coloquei neste Post. Mas esta mesa também está além das minhas possibilidades. Vamos então construir uma.

Após várias horas de procura na Internet em sites de carpintaria, no Youtube e em vários Fóruns, lá me resolvi a arriscar. Já tinha planos desenhados e madeira preparada para cortar quando num momento de inspiração na garagem vi a luz.

A minha mesa de trabalho! Até poder construir a minha mesa de carpinteiro estou a usar a mesa do jardim. É simples, de madeira e o tampo é feito com ripas. As ripas tem uma pequena separação entre elas (mais ou menos 4mm), pelo que a lâmina da serra circular pode funcionar entre elas sem qualquer problema. Só tinha que assegurar-me que a mesa estava bem construida e que conseguia que a lâmina ficasse perpendicular às ripas. Depois só tinha que encontrar um método para fixar a base da serra à parte de baixo da mesa sem a estragar (caso estragasse a mesa a Clara cortava-me os …).

Nada de problemas nesta fase. Ainda tinha bastantes sobras da palete. Medidas aqui, parafusos ali, corte para cima, grosa para baixo e voila!

Uma tarde de trabalho a cortar e a aparafusar super bem passada. Tive de fazer alguns ajustes para garantir que ficava direita e a Lâmina ficava no ângulo correcto mas os Deuses da Carpintaria estiveram comigo. Funcionou.

O suporte de ajuste lateral foi feito com restos de madeira que tinha. Como se pode ver pelas fotos prende-se à mesa com simples grampos. Fiz duas pequenas marcas nas extremidades da mesa para poder acertar as medidas com a fita métrica estava pronta.

A 1ª experiência funcionou na perfeição. Medidas certas, corte limpo. Posso regular a altura da lâmina e até posso colocar a lâmina em ângulo de até 45 graus, bastando para isso regular os comandos normais da serra circular.

Mas para cortar com segurança precisava de um apoio para a madeira. Alguma coisa que servisse para empurrar a madeira conforme a corto sem colocar a mão e os dedos perto da lâmina. Um desenho simples e toca a cortar.

Comecei a cortar com o serrote, mas comecei a pensar. Já fiz uma transformação, porquê não fazer outra e melhorar ainda mais o meu trabalho? Dito e feito. Fui buscar a minha serra tico-tico e adaptei a também.

Já posso trabalhar com um pouco mais de precisão. O primeiro trabalho foi fazer a guarda da mão para a mesa de corte.

Mas para experimentar as minhas duas criações queria fazer qualquer coisa bonita e útil.

Este fim de semana também aproveitámos para mudar o quarto do filhote, pois precisava de mais espaço para brincar. Reparei que já tem bastantes DVD´s e não tem onde os guardar pelo que lá pus os miolos a funcionar. Com as duas serras prontas e essa ideia em mente, desenhei rapidamente um esboço para um suporte de DVD.

E aqui está ele:

Para ficar bonito usei uns restos de tecido que estavam na garagem. Almofadei os cantos e forrei os suportes laterais.

Ficou bonito e acho que funciona bastante bem. De tal maneira que vou passar o esboço a computador e coloca-lo aqui em PDF para o caso de alguém querer fazer.

Como disse, foi um fim de semana muito proveitoso. “Ganhei” duas máquinas novas, fiz um projecto fácil e barato e diverti-me imenso. Que mais se pode pedir? Já agora, gostam dos meus DVD dos Monthy?

Esta entrada foi publicada em Serra de mesa, Trabalhos em madeira com as etiquetas . ligação permanente.

5 respostas a Fim de semana proveitoso

  1. José Mota diz:

    Boa-Noite! Em primeiro lugar os meus parabéns por fundar e manter este espaço tão agradável. Espero que continue! Tenho seguido os seus trabalhos e em relação a este permita que lhe diga que reparei que a serra circular está sem aquele pedaço de metal à frente, que impede o coice do material, por exemplo, se o corte que ela está fazendo apertar. Nos sites americanos da especialidade chama-lhe “kick-back” .e é muito perigoso porque pode projectar a peça contra o rosto de que está a utilizar uma ferramenta nessas circunstâncias.

    Sem mais de momento

    José Mota

    • Olá José.

      Muito obrigado pela sua simpatia e pelo seu comentário.
      Tem toda a razão, devia ter colocado essa peça à frente da serra logo no início da construção, mas não o fiz. Não tenho tido problemas até agora, mas naturalmente isso não significa que não venha a sofrer um percalço devido ao retrocesso súbito da madeira, ou “kick-back” como muito bem referiu.

      Infelizmente o tempo tem escasseado um pouco, mas vou fazendo ligeiras alterações à mesa para a tornar mais segura. Já fiz essa peça (cujo nome vou procurar, prometo) em alumínio. Também já construí a protecção da lâmina com o acrílico do separador de uma viatura comercial. Estou já a escrever o post com imagens, no qual falo da minha experiência até agora com a mesa. Espero poder colocá-lo aqui no Blogue em breve.

      Espero que continue a acompanhar o Blogue e se este também for o seu hobby ou o seu trabalho e quiser compartilhar imagens e experiências, por favor mande, pois terei o maior gosto em partilhar com todos. Antes de mais, estou aqui para aprender e passar a minha pouca experiência aos outros.

      Novamente, muito obrigado pelas suas palavras.

  2. artesanatos diz:

    ola ricardo santana,parabens pelo seu trabalho,estava dando uma olhadoda sobre ,serra com bancada,e achei seu saite,eu estou comesando a faser decoraçoes com paletes e madeira reciclada,e tanbem encontro bastante dificuldade com o corte,pois uso serra circular e tico tico,achei sua ideia genial,

  3. Marlene diz:

    Olá, você poderá achar um bucadinho estranho, mas sou uma senhora da 3ª idade e curto estes tipos de coisas. Sou também uma “desocupada” e gosto de mexer/aprender de tudo o que meu mísero dinheiro da minha aposentadoria do INSS não consegue pagar ou comprar….risos.
    Então eu tenho algumas poucas ferramentas já: Furadeira(esta já tenho há mais de 10 anos, rs), Esmeril, Lixadeira, Serra Tico-tico e a mais recente aquisição foi uma serra circular Makita 5007N, adquirida recentemente. Cortei coisas, tipo vigas de 15X5, para fazer uns artesanatos, em cima de um banco de madeira da minha varanda. Pensei: Não está muito legal mexer com esta máquina aqui e é muito perigoso, apesar de eu achar a minha roçadeira Shindaiwa mais perigosa ainda e eu mexo nela há uns 10 anos já. Pensei: Preciso de uma bancada mas não tenho dinheiro para comprar uma boa pronta. Vi o teu blog e achei SENSACIONAL. Ainda não li tudo mas achei maravilhoso e estou pensando em também fazer a minha bancada sozinha.
    Quem sabe eu não consiga fazer alguma meia semelhante à esta sua?
    Adorei ter conhecido o teu blog e adorei o teu jeito de explicar as coisas sempre num tom muito brincalhão e interessante. Meus Parabéns! Coloque isso no site Wikihow que o mundo inteiro irá lhe conhecer.(www.pt.wikihow.com) que é um site muitíssimo legal, nota mil também.

    • Boa tarde Marlene. Que atraso na resposta… Me desculpe🙂

      Sempre me ensinaram que no que toca a aprender não temos idade. Podemos ter mais ou menos saúde, mas isso é diferente. Desde que o cérebro funcione e haja vontade não importa se temos 12 ou 100 anos😉

      Espero que continue com o seu trabalho durante muitos anos e que nunca desista. Se as coisas começarem a pesar, começe com coisas mais pequenas. O bom da carpintaria e trabalhos de madeira é que sempre à uma arte ou especialidade à qual nos podemos dedicar. Já vi que tem ferramentas óptimas😉 Não acredito em ferramentas perigosas, acredito é em operadores desastrados ou desatentos que não cumprem as condições de segurança. Eu sei que um azar todos podemos ter, mas se usarmos a cabeça e não facilitarmos os azares não acontecem facilmente.

      Vá dando notícias!!! Mande umas fotos de seus trabalhos se quiser e eu publico no blogue. Gostaria muito que alguém fosse o primeiro😉
      santanna620@gmail.com

      Um grande abraço e muito obrigado Marlene.

      Os meus melhores cumprimentos;

      Ricardo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s